segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

Finalmente conheceu o Papai Noel...

Fomos ao shopping ver o Papai Noel, as crianças ficaram empolgadas com a decoração e o meu pequeno adorou o Papai Noel, mas a pequena... nem mesmo ganhando um pirulito do bom velhinho rs

Mas missão cumprida!! 





E para finalizar o cartão de Natal.



Duvidas do Pequeno!!!

No sábado estávamos indo para a casa de um casal de amigos para comer uma pizza. Junto com nossos pequenos é claro.
Paramos no mercado e o papai foi pegar uma garrafa de vinho.
Ficamos no carro esperando. Papai voltou e me deu a garrafa para segurar. Quando o pequeno falou:

Papai comprou uma garrafa para beber. Sim filho para gente grande beber. AHHH

Depois de um tempinho ele repetiu novamente, garrafa para beber... e na sequência veio. Mãe a Mariana é bebê?

KKKKK ele misturou tudo beber com bebê e não sei nem o quê aconteceu na cabecinha dele kkkk

Dei muita risada!!!

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Então é Natal.

Confesso que EU não estou muito empolgada para o Natal, mas tendo um filho de 3 anos fica difícil  fazer do Natal mais um simples dia. Tanto que nem iria montar a árvore.
Meu pequeno já está falando em Papai Noel e Natal, ficou feliz porque ganhou uma bala do Papai Noel na festinha da escola.
Ele conta que o Papai Noel voa lá no céu em um cavalo (rs).
Então hoje montamos a árvore para o Papai Noel e até colocamos duas cartinhas para o pedido. Como ele ganhou bala do Papai Noel na escolinha o pedido dele é mais balas (rs) ele acha que o bom velhinho só dá bala. Sorte para o papai (rs) saco de bala é baratinho.
Na cartinha ele escreveu somente o Nome e não fez o desenho do de seu pedido. 
Essa semana pretendo leva-lo ao shopping afinal é lá (que eu sei) que o bom velhinho mora (rs).
Vamos ver o que vai acontecer. Eles adoraram a arvore e a minha pequena já tirou vários lacinhos.
Resolvi montar só com os laços para evitar problemas (rs) e já tem laços fora do lugar...





sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Final de ano e ferias.

Eu estou adorando ter meu filho na escolinha, ele adora as tias e sem contar o quanto ele desenvolveu, a fala o relacionamento com outras crianças e já conhece um monte de letrinhas e até escreve o próprio nome.
É uma fase muito gostosa, todas as festinhas, as datas comemorativas, me faz voltar ao passado e lembrar minha época.
E todo o carinho das professoras e os trabalhinhos que fazem.
A professora do meu pequeno preparou um mural de natal e achei muito fofo.
Além disso ainda mandou um cartão com uma fotinho dele de gorrinho e duas lindas botinhas de feltro uma para meu pequeno e a outra para a pequena quem nem é aluninha da escola, mas sempre é lembrada e recebe as lembrancinhas. Obrigada professora Viviane e a todas as tias e diretora da escola. É muito bom saber que escolhemos a escolinha certa!!!
Também estou muito ansiosa para a festinha de encerramento que será Domingo, vamos que vamos segurar a emoção rs

Obrigada Spaço Pedacinho do Céu.

E hoje foi a festinha só dos alunos para encerrar mais um ano letivo. Finalmente ferias... Aí aí isso significa mamães doidas, casa de pernas para o ar, mas tudo isso é muito bom porque indica muita saúde.












quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Uma amiga no caminho

Todos os dias tenho coisas para contar sobre as idas e vindas da escola, o que me falta é tempo. 
Temos 2 opções de caminhos até a escola mas prefiro entrar na primeira rua é mais tranquila para se andar, e quase todos os dias encontramos com ELA, apelido carinhoso que o meu pequeno deu a sua amiga. 
ELA está quase sempre pronta no único buraquinho do portão por onde seu focinho passa, ELA adora criança e seus carinhos. É uma vira-lata muito fofa e meiga. E quase todos os dias o meu pequeno diz: Eu gosto dela mãe, ela é muito linda.
A minha pequena também está aprendendo apreciar as coisas no caminho da escolinha. Hoje ela levou a mochila novamente e olha que ela estava pesada (rs) mais foi feliz da vida. O único problema foi na hora de entregar a mochila para a tia Suzana (rs) ela não queria e fez cara de choro, mas logo passou e entrou em seu carrinho e seguimos para casa.
Ontem nessa mesma casa ELA não estava e para nossa surpresa encontramos uma tartaruga, imagina a felicidade de um garoto ao ver uma tartaruga... Na minha época muitas pessoas tinham tartarugas, mas hoje é bem difícil de se ver né?
Ele disse: Nossa ela anda devagar... kkkk até que aquela estava bem espertinha. 
Descobrimos que ELA tem uma amiguinha no quintal.

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

A caminho da escola.


Todos os dias meu pequeno vai à escola em sua bicicleta, já está pedalando muito bem e ele mesmo sobe e desce os degraus das calçadas, muitas vezes é preciso levantar a bike que ele faz com muito orgulho e diz que é bem forte.
A pequena vai em seu carrinho (Baby Car da homeplay), mas acho que ela já está querendo sua independência, eis que nesse dia resolveu ir andando e como já não bastasse levando a mochila do irmão e quem disse que queria ajuda? Todos da rua olhavam admirados para a cena, a mochila é maior que ela (rs).


Só orgulho dos meus pequenos.




A fuga do Pepe.

No Sábado deixei a gaiola aberta como de costume para os finais de semana. Porém o que não sabia era que estava com suas asas de tal tamanho que lhe permitia realizar um voo mais alto que nossos muros.
Estava na sala com as crianças quando ouvi o bater de suas asas, quando cheguei no quintal ele simplesmente havia ultrapassado o limite e ganhou a liberdade.
Perguntei para a vizinha ao lado se havia uma calopsita cinza em seu quintal (com muito medo, pois a vizinha tem 2 gatos), e ela respondeu que não. Os meus pequenos gritavam por ele (PEPE, PEPE) e ele respondia assobiando.
Estava por perto, da janela do quarto não pude ver onde estava, mas o som vinha da vizinha da rua de trás. Como toda mãe saí correndo até a outra rua (e não esqueci de pegar uma caixinha de sapato, rs). Da janela do quarto é possível ver que a vizinha tem muitas plantas e 2 arvores, sendo uma delas um pé de mamão.
Com muito custo e com muita sorte consegui falar com a vizinha que havia acabado de chegar e estava em horário de almoço. Então descobri o nome da vizinha do fundo sendo a Dna Lurdes, com a sua permissão entrei em seu quintal e passei a procurar o PEPE que já não respondia aos chamados. 
Do quintal da vizinha era possível escutar meus pequenos chamando seu amiguinho e como mãe me senti na obrigação de acha-lo. Acostumada com ele sempre baixo e no chão havia esquecido que eles preferem ficar no alto, e por um instante olhei para o alto e lá estava ele, no pé de mamão, lá no alto. Ele estava lindo e tranquilo, saboreando sua liberdade.
Havia muitos galhos no quintal da vizinha e de galho em galho consegui um que pudesse cutuca-lo.
Foi quando ele voo e para minha sorte, ele voo para baixo e então pude pega-lo.
Ainda ouvindo os meus pequenos gritar por seu nome que dizia: PEPE VOLTA, VOLTA PEPE.
Agradeci a Dna Lurdes e voltei para casa com a caixa de sapato cheio de amor e amizade para meus pequenos.



domingo, 8 de dezembro de 2013

Peppa Pig - Está sendo um sucesso aqui em casa!!

Essa semana postei no face que meu filho estava assistindo Peppa Pig no Discovery Kids e a familia da Peppa estava fazendo panquecas então meu filho me pediu panquecas e estava até me passando a receita (rs) com apenas 3 anos já sabe a receita da panqueca ainda bem quando casar a mulher não vai passar fome (rs), mas brincadeiras a parte outras mães também comentaram que seus filhos gostam da Peppa.
Ontem meu filho viu um pote de mel no armário disse que o mel vinha das flores e das abelhas, fiquei admirada, por ele saber tal informação, então perguntei quem havia contado isso para ele e ele simplesmente respondeu que foi a Peppa Pig. E ele saiu fazendo som de abelha.
É bom poder contar com desenhos que ensinam alguma coisa para as criaças, porque na minha época só tinha aqueles desenhos básicos com muita violência como pica-pau, popaye, tom e jerry. EU ADORAVA é claro, mas hoje sendo mãe não recomendo (rs).
Então aqui em casa está aprovado a Peppa Pig.




quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

ACESSIBILIDADE JÁ!!!

Com duas crianças em casa evito ao máximo de sair, principalmente ir ao centro. Mas não teve jeito, na quinta feira passada precisei ir ao centro e aproveitei o horário de escolinha do meu pequeno e acabei levando só a pequena.
E para variar sem carro... Tracei o percurso via google, pesquisei ônibus e tudo, mas o melhor caminho era, ir de trem e andar uns 600 metros até o destino. Sem contar a distancia da escolinha do meu filho até a estação de trem. Andamos muitooo.
Como estava muito quente não queria usar o canguru o que sempre uso quando vou pegar ônibus, facilita muito.
Então escolhi levar a pequena em seu carrinho Baby Car da Homeplay. O Baby Car é muito gostoso de empurrar, as rodas não travam o único problema é que a criança não tem a opção de deitar, mas do resto não tenho o que reclamar e ainda é um dos modelos mais baratos do mercado.
Também gosto do Baby Car por ser pequeno , compacto e leve.
Chegando na estação de trem, um desafio, somente escadas e nada de elevadores (fico pensando na acessibilidade), ainda que para ir não precisei subir ou descer escadas. Quando cheguei na estação Santo André, não foi diferente, nada de elevadores ou rampas, por sorte uma moça ofereceu ajuda para descer o carrinho.
Até que as calçadas do centro de Santo André não estavam tão ruins, mas também não era um tapete, mesmo assim caminhamos bem. 
Para voltar o mesmo problema sem elevadores, perguntei ao segurança da catraca qual das escadas precisava subir para pegar o trem na direção certa ele indicou com a mão, mas nem ofereceu ajuda para subir (tudo bem acho que ele nem pode sair do lugar já que estava sozinho), por sorte novamente um rapaz ajudou. Ao desembarcar na estação Utinga de trem também outra pessoa se ofereceu para subir o carrinho, e é assim que funciona a acessibilidade nas estações de trem Santo André e Utinga.
Ainda bem que em nossos caminhos sempre há uma pessoa para ajudar.
Esse post já estava no rascunho para ser revisado e postado e hoje vejo reportagens sobre investimentos em metro e trens e a briga.
Não é fácil sair com criança no colo e muito menos não ter acesso fácil nos transportes públicos. PRIORIDADE A ACESSIBILIDADE PARA TODOS!!!


segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Pronto Atendimento

Na semana passada estive no hospital com a pequena que estava com febre alta e o doutor identificou garganta infeccionada, a febre passou só depois de 3 dias de antibiótico, ela melhorando e quando foi sexta o meu pequeno começou apresentar sintomas de gripe, nariz congestionado e muitos espirros. E eu também comecei a ficar com a garganta ruim na sexta :(
Ontem o meu menino estava com o nariz muito congestionado e hoje as 21:00 começou a reclamar da garganta. Aproveitando que já estava tarde, que o carro estava disponível resolvi leva -lo ao hospital e ver logo se o problema era garganta também.  
Saímos nós 3 eu e as crianças, fomos atendidos em 40 minutos, por um médico com um sotaque diferente.
Ao entrar no consultório o médico perguntou se EU estava bem (VOCÊ ESTÁ BEM MÃE?), pois está com uma cara de cansada.
Respondi que tive uma semana difícil, que primeiro foi a pequena, que eu estou com a garganta inflamada e que estava desconfiada do menino.
Ele disse: mãezinha você precisa se cuidar também tá!!!
Examinou o meu filho, elogiou muito o comportamento tranquilo dele e disse que tenho filhos muito bonitos!
Viu que o meu pequeno não está com a garganta inflamada e que está apenas gripadinho. Coisa super normal na idade deles!
Disse que meus filhos estão saudáveis e que estou cuidando muito bem deles, me deu os parabéns!!!
Saí de lá outra pessoa!!! Como foi bom ouvir aquelas palavras!!! O médico tirou um caminhão dos meus ombros. 
Gostaria sempre de ser atendida por médicos assim (rs).