terça-feira, 30 de abril de 2013

Parto cesária.

Criei o blogger para dividir o momento de tudo sobre o que estou e estava passando na minha segunda gravidez, portanto vou voltar um pouco no tempo e descrever algumas situações desde o parto da Mariana.
O parto da Mariana foi cesária, assim como do Rodrigo, e tudo aconteceu como previsto. Passei o tempo toda na mesa de cirurgia acordada e consciente do que estava acontecendo, não senti dor, apenas percebi que minha pressão estava caindo e logo o anestesista viu e resolveu o problema , se é que eu posso escrever assim. No parto do Rodrigo fiquei um pouco preocupada, a anestesista muito competente antes de aplicar explicou e me deixou tranquila de todo o procedimento, até que chegou a frase, você vai "sentir" os médicos apoiando ou mexendo de alguma forma na sua barriga, mas não vai sentir dor de forma alguma. (Eita sensação estranha). Assim aconteceu no parto da Mariana, sem dor, sem nada, apenas uma sensação eu diria e aquela pressão básica de quando a médica diz: Nasceu a sua bebê. Houvi o choro da Mariana e toda a emoção gostosa do nascimento de um filho. 
Fui para a sala do pós operatório e lá fiquei aguardando o efeito da anestesia passar. Essa é a parte que mais odiei no parto dos dois, acho que fiquei lá quase duas horas e tentando mexer as pernas, querendo muito ver minha filhota, pega-la em meus braços. Esperei o tempo necessário e fui para o quarto, lá estava toda a minha família, tão ansiosa quanto eu, querendo estar perto da mais nova integrante. 
O nosso segundo encontro foi acho que depois de 3 horas, porque também tem todo o cuidado do pediatra neonatal e avaliações, vacina, acompanhamento das primeiras horas e toda uma rotina.
Até que estávamos todos no quarto, celebrando a chegada da princesinha Mariana.
Eu estava ótima, sem dor, sem problema, e muito feliz. Família completa. 
Duas colegas comentaram que passaram mal no parto cesária e que mal ouviram o chorinho de seus bebes, descreveram como se estivessem "dopadas" por causa da anestesia.
Alguma mamãe aqui passou por algum problema no parto, cesária ou normal? Divide a sua experiência nos comentários.
O dia seguinte do parto, vai ficar para o próximo post. 

Vamos voltando aos pouco, será???

Querido blogger, juro que não tirei você da cabeça um só dia, muitas coisas tinha para escrever e postar, mas infelizmente fui devorada pelos dias, horas, minutos e segundos. Você não foi o único a ficar de fora, também abandonei a mim mesma, abandonei meu marido, e coisas da qual são capazes de sobreviver (rs) (EU ACHO). 
É claro que de presente ganhei meus filhos, que estão crescendo e logo a vida volta a ser como antes, ou mais ou menos.
Como não temos familia por perto para dar uma mãozinha, fica bem dificil administrar tudo e muito mais. Quem é mãe sabe que não ganhamos apenas a função de "cuidar" de nossos filhos, somos muito mais que mães, somos dona de casa, cozinheira, passadeira, pediatra, fono (rs), psicologas, professora, fotografas, motoristas, entre outras funções que acaba devorando a gente e o nossos dias. Teve noites que não sei se dormi ou apenas pisquei os olhos. Mas tudo bem é isso aí, a melhor parte é saber que somos capazes. Rodrigo no dia 18 de Abril completou 3 anos, essa é a prova, meu menino está crescendo, desenvolvendo e aprendendo muito. Logo Mariana completa 1 aninho e vamos que vamos.  
Por isso vamos tentar voltar a postar mais, porque tenho muitas coisas para contar e dividir com outras pessoas e quem sabe encontrar pessoas que também passaram ou estão passando por essa aventura.